Como higienizar os mais diversos itens

Prevenção

Quem está de quarentena sabe: em tempos de coronavírus e covid-19, o momento de sair de casa para ir a algum estabelecimento é quase uma operação de guerra. A máscara de pano vai no rosto, o álcool em gel vai na mão e todas as precauções vão na cabeça: não tocar a face, manter-se distante de outros e voltar logo para casa.

E essa volta é ainda mais tensa, já que os procedimentos de higiene sempre parecem ser insuficientes. O Olhar Digital conversou com o biomédico Roberto Martins Figueiredo, o Doutor Bactéria, para saber quais técnicas podem ajudar a combater microrganismos em geral. Logo que se chega da rua, um dos itens que requer higienização são os sapatos.

O biomédico explica que as defesas do organismo entram em ação sempre que o corpo é invadido por algum patógeno. Por isso, quando a quantidade desses elementos é pequena, o sistema imunológico dá conta deles.

Segundo ele, o volume de vírus existente em superfícies após dez minutos não é capaz de causar infecções. Mesmo assim, quando as compras são trazidas em sacolas plásticas descartáveis, muitos olham as embalagens com desconfiança. Afinal, é preciso higienizá-las?

Já os alimentos orgânicos requerem um pouco mais de atenção. Além de toda a higienização dos produtos, é necessário lavar a máscara de pano para usá-la novamente quando necessário. O biomédico explica que é preciso ter atenção com outros microrganismos, não apenas com o coronavírus.

Além da máscara, é interessante lavar as roupas usadas na ida à rua assim que se volta para casa. Se houver itens de vestuário que se queira usar novamente, vale deixá-los em um local arejado.

E se tudo isso parecer muito estressante, uma opção é comprar online. De itens de supermercado a comida pronta, passando por praticamente tudo o que se precisa durante a quarentena, há muitas opções nas vitrines virtuais. O biomédico tem uma dica para quem compra comida pronta.

Além disso, ele lembra que é bom evitar azeitonas, cebola e rúcula. Como elas normalmente são adicionadas após o preparo, pode ser que a higiene não seja adequada. Ah, e vale pedir que o entregador venha de máscara. Assim, evita-se o contato com eventuais gotas de saliva que contenham o vírus.

 

Fonte: Olhar Digital